Seja bem vindo
Petrópolis,14/04/2024

  • A +
  • A -
Publicidade

Consultora 60+ com Silvana Coelho

Por que a pessoa idosa se sente invisível nas lojas de supermercados?

Um cliente que não é visto


Por que a pessoa idosa se sente invisível nas lojas de supermercados? Idosa fazendo compras com ajuda da filha | Foto: The Helper Bees / Pinterest
De acordo com dados do IBGE de 2022, o percentual de brasileiros com mais de 60 anos será 19% da população até o ano 2030. Este público já representa a 3ª Economia Mundial.

Apesar das estatísticas, poucas empresas lembram que as lojas recebem públicos diferentes e já que durante anos atuei no universo encantador de Redes de Supermercados, hoje quero escrever especificamente sobre este tema que pouco ainda se faz para que o consumidor com mais de 60 anos se sinta prestigiado. Exceto pelas normas da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas), os projetos se atentam apenas para o público infantil, utilizando certas estratégias para aguçar o desejo dos pequenos. Um bom exemplo disso, são os produtos com as guloseimas que ficam expostas em alturas onde as crianças possam alcançar tanto no interior das lojas, como também nos displays dos caixas registradores.

A pessoa idosa encontra algumas dificuldades quando estão fazendo compras em um supermercado, seja pelas letras pequenas nas seções ou nas embalagens, carrinhos de compra pesados demais, produtos expostos em gôndolas muito baixas, entre outros aspectos que desestimulam o consumo entre os idosos.

Baseado nos estudos sobre o comportamento dos consumidores idosos, as redes podem começar a reconfigurar suas lojas. Para facilitar o entendimento do que uma loja deve agrupar em seu ambiente e para satisfazer este enorme grupo de consumidores. Ouço a pessoa idosa e estudo incansavelmente as principais medidas que podem melhorar a experiência dos mais velhos nos supermercados, com o objetivo de sensibilizar e melhorar a qualidade de vida dos longevos. No entanto, é necessário um esforço coletivo para que a transformação ocorra.

Ainda que sejam os consumidores mais assíduos e apesar das estatísticas, são poucas as marcas que criam produtos e serviços especialmente para o consumidor idoso, assim como pesquisas e estudos atualizados sobre suas formas de consumo. O que mais se vê são empresas que, por acaso, acabam atendendo pessoas idosas, mas geralmente não há o preparo para atender as reais necessidades deles, o que, infelizmente, torna este cliente um ser invisível.

Silvana Coelho / Consultora 60+


COMENTÁRIOS

LEIA TAMBÉM

Buscar

Alterar Local

Anuncie Aqui

Escolha abaixo onde deseja anunciar.

Efetue o Login

Recuperar Senha

Baixe o Nosso Aplicativo!

Tenha todas as novidades na palma da sua mão.