Seja bem vindo
Petrópolis,14/04/2024

  • A +
  • A -
Publicidade

Pedro Tostes

Pais e filhos


Pais e filhos

Os efeitos do castigo podem ser fortes e duradouros para as crianças. Falar palavras duras também podem machucar muito. Coisas ruins que os adultos dizem podem fazer a criança se sentir mal consigo mesma e perder confiança.

Além disso, o castigo nem sempre faz a criança mudar de jeito. Pode até parecer que funcionou no momento, mas geralmente só faz o comportamento ruim parar por um tempo, sem resolver o problema de verdade. E isso pode deixar a criança com raiva, sem confiar nos adultos .

Com o tempo, o castigo pode fazer a criança se comportar ainda pior e ter problemas para se dar bem com os outros. Ela pode aprender a ser boazinha só quando está sendo vigiada, mas continuar fazendo coisas erradas em outros lugares, como na escola.

Felizmente, há outras formas de ajudar as crianças a se comportarem bem sem precisar castigar. Conversar é muito importante, porque cria uma relação de confiança entre pais e filhos. Explicar o que se espera e prever o que pode acontecer ajuda a evitar problemas.

Também é bom fazer a criança pensar sobre o que ela fez e como se sente. Fazer combinados claros e cumprir com eles mostra que os adultos são sérios e previsíveis.

Pedir desculpas quando se erra mostra que todo mundo comete erros e é responsável por consertá-los. Tentar entender por que a criança fez o que fez ajuda a resolver o problema juntos.

Em vez de castigar, é melhor trabalhar junto com a criança para encontrar soluções e ajudá-la a aprender e crescer. Mudar pode ser difícil, mas é importante para criar um ambiente familiar onde a criança se sinta amada e apoiada.



COMENTÁRIOS

LEIA TAMBÉM

Buscar

Alterar Local

Anuncie Aqui

Escolha abaixo onde deseja anunciar.

Efetue o Login

Recuperar Senha

Baixe o Nosso Aplicativo!

Tenha todas as novidades na palma da sua mão.