Seja bem vindo
Petrópolis,29/02/2024

  • A +
  • A -
Publicidade

Casa da Ciência da UFRJ recebe primeiro projeto de grafite em braile do mundo

Projeto Graffiti #PraCegoVer promove inclusão artística para deficientes visuais


Casa da Ciência da UFRJ recebe primeiro projeto de grafite em braile do mundo Foto: Divulgação

O projeto artístico-cultural "Graffiti #PraCegoVer" inova a forma como a arte urbana é apreciada por pessoas com deficiência visual. É o primeiro grafite em braile do mundo! O projeto cria um ambiente inclusivo onde deficientes visuais vivenciam a arte de rua.

A iniciativa surgiu a partir da percepção de que enquanto as pessoas que enxergam podem admirar e se emocionar com a magnitude das pinturas de rua, os deficientes visuais são privados dessa experiência e do exercício de cidadania trazido pela democratização da arte urbana.

Com o objetivo de mudar essa realidade, o projeto Graffiti #PraCegoVer é pioneiro na criação de murais de grafite em braille. Para isso os grafites são táteis e acompanhados pelo texto em braile detalhando as formas da imagem, suas cores e dimensões, proporcionando uma experiência completa e imersiva.

“A democratização e a inserção da arte para além do sentido visual, além de inclusiva, é transformadora do espaço público, uma vez que a arte manifesta a presença e os discursos de diversos agentes históricos”, diz o Curador do Projeto, Roberto Parisi.

Para alcançar esse objetivo, foram realizados inúmeros diálogos e parcerias com entidades sociais, produtores culturais, acadêmicos, engenheiros e artistas.

Tudo com direito a experiências e criações artísticas que buscavam a inclusão de não videntes, entre eles renomados artistas como Roy Nachum, artista israelense, e The Blind, grafiteiro francês, que incluíam textos em braile que complementavam a imagem, ou descreviam o conteúdo em um segmento separado da imagem, mas sem a experiência com a obra de arte. O projeto Graffiti #PraCegoVer busca não apenas inserir frases nos murais, mas uma representação completa das obras de arte para cegos e pessoas com baixa visão.

“Nosso objetivo é difundir a técnica por nós desenvolvida de aplicação tridimensional para Graffiti, fornecendo informações e subsídios para que todos sejam incluídos no Graffiti”, explica o Diretor Artístico, Murillo Denardo.

A criação artística do projeto está a cargo do renomado artista Subtu, com curadoria de Roberto Parisi. As obras contarão a história do projeto Grafitti #PraCegoVer por meio do personagem Yoko, um macaco japonês que simboliza a luta por inclusão, diversidade e representatividade social. A história será contada em três murais diferentes que se conectarão como uma história em quadrinhos, proporcionando uma experiência única aos espectadores.

Após a criação dos desenhos, eles foram digitalizados e transformados em impressões 3D, que são encaixadas e fixadas nos murais, formando três painéis distintos, mas autônomos, que completam a história do projeto quando vistos e experimentados juntos. A história completa estará disponível online através das plataformas digitais e redes sociais da Mosaiky Eventos. As placas serão pintadas com spray pelo artista Subtu e ficarão em exposição pública por 60 dias, permitindo que a população tenha uma experiência imersiva e inclusiva com a arte urbana.

O projeto Graffiti #PraCegoVer conta com uma equipe multidisciplinar de profissionais, incluindo consultores em impressões 3D, consultor de acessibilidade, designer, curador e produtores. Essa equipe tem trabalhado arduamente nos últimos meses para garantir que a técnica desenvolvida seja permanente e facilmente replicada em outros murais com a colaboração de novos artistas.

“Nós da Henkell Freixenet temos como missão celebrar a vida em seus grandes e pequenos momentos. Aqui no Brasil traduzimos nossa missão no propósito social de celebrar a inclusão. Apoiar o inovador projeto Grafitti #PraCegoVer reflete nosso compromisso com a diversidade, inclusão, igualdade e expressão criativa. Estamos certos de que o projeto irá inspirar muitos outros na mesma direção como também muito empolgados do seu impacto não apenas na comunidade de deficientes visuais, mas na sociedade como um todo” comenta Fabiano Ruiz, Diretor Executivo da Henkell Freixenet Brasil, patrocinadora do projeto.

 

Venha prestigiar!


PROGRAMAÇÃO:


Casa da Ciência da UFRJ: Rua Lauro Müller, 3 – Botafogo


Período: de 19 de outubro a 19 de dezembro; das 9 às 19 horas.

 

Sobre os patrocinadores:


Premier Pet é uma empresa líder no segmento de alimentos para animais de estimação, comprometida em promover o bem-estar e a saúde dos pets. Já a Henkell Freixenet é uma renomada marca de vinhos espumantes, dedicada a oferecer produtos de alta qualidade e proporcionar experiências únicas aos apreciadores de vinho.

Publicidade



COMENTÁRIOS

Buscar

Alterar Local

Anuncie Aqui

Escolha abaixo onde deseja anunciar.

Efetue o Login

Recuperar Senha

Baixe o Nosso Aplicativo!

Tenha todas as novidades na palma da sua mão.