Seja bem vindo
Petrópolis,04/03/2024

  • A +
  • A -
Publicidade

Chuvas que atingiram Rio Grande do Sul deixam mais de 50 mortos

O Corpo de Bombeiros segue na busca de outras três pessoas


Chuvas que atingiram Rio Grande do Sul deixam mais de 50 mortos Mauricio Tonetto/Secom

O total de mortos localizados pelo Instituto-Geral de Perícias (IGP) no Rio Grande do Sul, quase três meses após o estado ser atingido pela maior catástrofe natural dos últimos 40 anos, chegou a 53. A Defesa Civil estadual confirmou o reconhecimento da vítima nesta segunda-feira (27), um mês após o corpo ter sido encontrado. O órgão informou que se trata de um bombeiro civil, que desapareceu enquanto trabalhava no resgaste às vítimas na cidade de Muçum.

De acordo com a Polícia Civil, em Muçum, ao menos três pessoas foram dadas como desaparecidas em decorrência das intensas chuvas do início do mês de setembro, sendo elas o bombeiro voluntário Alciano Bianchi, de 38 anos; a professora aposentada Beatriz Maria Pietta, de 72, e Deoclydes José Zilio, de 94. 

Após o ciclone extratropical do início de setembro, o Rio Grande do Sul foi atingido por seguidos fenômenos climáticos que causaram mais mortes e prejuízos. De acordo com a Defesa Civil estadual, só entre 15 de novembro e o início desta tarde, foram registrados outros cinco óbitos.

O Corpo de Bombeiros ainda segue na busca de outras três pessoas, nos municípios de Arroio do Meio, Lajeado e Muçum.




Publicidade



COMENTÁRIOS

Buscar

Alterar Local

Anuncie Aqui

Escolha abaixo onde deseja anunciar.

Efetue o Login

Recuperar Senha

Baixe o Nosso Aplicativo!

Tenha todas as novidades na palma da sua mão.