Seja bem vindo
Petrópolis,26/02/2024

  • A +
  • A -
Publicidade

Procura por carros cresce no Brasil, mas comercialização de veículos elétricos aumenta demanda mundial por petróleo

Impacto econômico pode ser considerável no Brasil e no mundo


Procura por carros cresce no Brasil, mas comercialização de veículos elétricos aumenta demanda mundial por petróleo Foto: Quintin Gellar/Pexels

Segundo dados da Federação Nacional de Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), houve um aumento na procura pela compra de carros no Brasil. No ano de 2023, foi registrada uma alta de 11,3% na venda de veículos 0 Km, com 2, 179 milhões de emplacamentos, em comparação com 2022, onde 1,958 milhões de veículos emplacados.

Uma opção interessante para quem queira adquirir um veículo novo, é através do consórcio, para que haja um investimento planejado e sem riscos financeiros. De acordo com dados da Fenabrave, a expectativa do mercado de compra e venda de automóveis é de uma boa margem de lucros em 2024, isto porque, entre os meses de janeiro e novembro do último ano, a venda de novas cotas de consórcio de automóveis registrou um crescimento de 8,6%, em comparação com o mesmo período de 2022.

Entre as vantagens para o consumidor que opta por adquirir um veículo através do consórcio, é a de escolher uma carta de crédito de acordo com o seu poder de compra. É importante frisar que a prestação no consórcio é constituída pelo fundo comum (valor pago pelo consorciado para formar a poupança que será destinada à compra do bem ou serviço), pela taxa de administração e por um fundo de reserva.


Impacto Global


Na mesma medida que há um aumento no Brasil na procura por carros novos e seminovos, observa-se um aumento da demanda global por veículos elétricos, o que impacta diretamente na desaceleração no consumo do petróleo até o ano de 2025, de acordo com dados do Banco Citi. A estimativa leva em consideração que no próximo ano os carros elétricos poderiam deslocar até 500 mil barris/dia de petróleo.

Em 2024, segunda a mesma projeção do banco Citi, o crescimento pela demanda do petróleo deve ser mais moderado. Há expectativa de consumo de ,3 milhão de barris/dia, em comparação com os 1,9 milhão de barris/dia registrados em 2023. 

Caso haja esta desaceleração no consumo do petróleo, impulsionado pela alta da venda de carros elétricos, um dos principais países que devem ser prejudicados é o Brasil, pelo fato de ser autossuficiente na produção do produto. 


Publicidade



COMENTÁRIOS

Buscar

Alterar Local

Anuncie Aqui

Escolha abaixo onde deseja anunciar.

Efetue o Login

Recuperar Senha

Baixe o Nosso Aplicativo!

Tenha todas as novidades na palma da sua mão.