Seja bem vindo
Petrópolis,27/02/2024

  • A +
  • A -
Publicidade

Escolas de samba da Intendente Magalhães aderem ao protocolo "Ouviu um NÃO? Respeite a decisão”, da Secretaria de Estado da Mulher

Ações para garantir a segurança da mulher no Carnaval foram intensificadas no Sambódromo, blocos de rua e na Intendente Magalhães


Escolas de samba da Intendente Magalhães aderem ao protocolo Divulgação

A Superliga Carnavalesca, que produz e organiza os desfiles das escolas de samba na estrada Intendente Magalhães, aderiu ao protocolo “Ouviu um NÃO? Respeite a decisão”, da Secretaria de Estado da Mulher. Com isso, ela será a primeira liga de Carnaval a receber o selo Mulher + Segura, que certifica e promove os eventos culturais, turísticos, artísticos, públicos ou privados, além de bares, restaurantes e casas de shows que adotam medidas de segurança e o empoderamento das mulheres.


Como parte do protocolo, alguns integrantes da equipe da Superliga, que reúne agremiações da Série Prata, Série Bronze e Grupo de Avaliação, receberam treinamento de equipes da SEM-RJ, com instruções sobre como agir em possíveis situações de assédio e importunação às mulheres.

- O Governo do Rio tem investido em políticas públicas e ações de conscientização e de combate à violência e ao assédio. Estamos trabalhando por um Carnaval sem qualquer tipo de constrangimento à mulher. Nossa mensagem é para que as pessoas brinquem e se divirtam, mas sem assédio e sem violência contra a mulher – enfatizou o governador Cláudio Castro.

O protocolo "Ouviu um NÃO? Respeite a decisão", criado pela Secretaria da Mulher, tem orientações com objetivo de garantir mais segurança às mulheres para que elas possam se divertir em blocos, bailes de Carnaval e shows sem serem importunadas ou agredidas. Em parceria com grandes eventos no estado do Rio de Janeiro, desde 2023, a ação inclui uma série de recomendações, como o uso de iluminação adequada em estacionamentos e banheiros, a divulgação de canais de ajuda para mulheres em emergência, e dicas de como os seguranças devem abordar e agir em casos de agressões e importunações.

- Estamos repetindo o sucesso do nosso slogan do ano anterior, mas com um novo olhar, agora voltado para repreender atos inadequados do público masculino. O lema é tolerância zero com o assédio e violência contra a mulher – destacou a secretária da Mulher, Heloisa Aguiar.

O protocolo também indica apresentar à vítima o app Rede Mulher. Baixado gratuitamente no celular, a ferramenta tem um botão de emergência que aciona eletronicamente o 190 da Polícia Militar, entre outras funcionalidades.

Na última segunda-feira, o governador Cláudio Castro apresentou, no Palácio Guanabara, o plano operacional do Carnaval 2024. Este ano, as ações para garantir a segurança da mulher foram intensificadas, e durante o Carnaval o lema "Ouviu um não? Respeite a decisão" ganham ainda mais espaço em ações no Sambódromo, blocos de rua, além da Intendente Magalhães.

Publicidade



COMENTÁRIOS

Buscar

Alterar Local

Anuncie Aqui

Escolha abaixo onde deseja anunciar.

Efetue o Login

Recuperar Senha

Baixe o Nosso Aplicativo!

Tenha todas as novidades na palma da sua mão.