Seja bem vindo
Petrópolis,15/04/2024

  • A +
  • A -
Publicidade

Ícone do futebol brasileiro, Sócrates completaria 70 anos nesta segunda

O ex-atleta passou por Botafogo-SP, Corinthians, Forentina, da Itália, e Flamengo


Ícone do futebol brasileiro, Sócrates completaria 70 anos nesta segunda David Cannon
Publicidade

Um dos grandes ícones do futebol brasileiro, Sócrates completaria 70 anos nesta segunda-feira (19). Capitão da Seleção Brasileira entre os anos de 1979 e 1986, o ‘Doutor Sócrates’, como ficou conhecido popularmente em razão de sua formação acadêmica, liderou a Amarelinha na Copa do Mundo de 1982. 

Sócrates Brasileiro Sampaio de Souza Vieira de Oliveira, ou somente Sócrates, como ficou conhecido mundialmente, foi considerado um dos maiores futebolistas do Brasil e, de acordo com a Fédération Internationale de Football Association (FIFA), um dos maiores do mundo. 

O ex-atleta passou por Botafogo-SP, Corinthians, Forentina, da Itália, e Flamengo. O meia ofensivo teve seu auge no Corinthians, onde é considerado um dos maiores ídolos da história do clube paulista, ao lado de nomes como Marcelinho Carioca, Rivellino, Ronaldo Fenômeno e Tevez.

Sócrates também foi técnico de futebol. Ele liderou o Botafogo-SP (1994), a Liga Deportiva Universitária de Quito (1196) e Cabofriense (1999). Em 2011, Sócrates recebeu um convite para treinar a Seleção Cubana. Ele atuou como comentarista esportivo. O Magrão era músico e, eventualmente, ator e produtor de teatro. 

Militância política no futebol

Sócrates foi uma figura notável à democracia do futebol, e este fato elevou sua importância ao esporte. Em 1980, liderou dois movimentos políticos: foi um dos principais idealizadores do movimento Democracia Corinthiana (1982–1984), que reivindicava para os jogadores mais liberdade e mais influência nas decisões administrativas do clube, e as Diretas Já – movimento político de cunho popular que teve como objetivo a retomada das eleições diretas ao cargo de presidente da República no Brasil, durante a Ditadura Militar Brasileira. 


Foto: Jorge Araújo/Folhapress

Morte

Sócrates morreu na madrugada do dia 4 de dezembro de 2011, aos 57 anos, vítima de um choque séptico. O atleta estava sedado e respirava por aparelhos. 

O Doutor era tão convicto em suas ideias que, por ironia do destino, conseguiu “profetizar” sua própria morte. Uma vez, Sócrates disse que “queria morrer num domingo, num dia em que o Corinthians ganhe um título”. E assim foi feito. Naquele mesmo domingo, dia 4 de dezembro, o Corinthians empatou com o Palmeiras, confirmando o título do Brasileirão de 2011. 

Títulos

Botafogo-SP

Taça Cidade de São Paulo: 1977

Corinthians

Campeonato Paulista: 1979, 1982 e 1983

Flamengo

Campeonato Carioca: 1986

Copa União: 1987

Seleção Brasileira

Taça Brasil-Inglaterra: 1981

Campanhas de destaque

3º lugar na Copa América: 1979

2º lugar no Mundialito de Montevidéu: 1980

5º lugar na Copa do Mundo FIFA: 1982 e 1986

2º lugar na Copa América: 1983

Prêmios individuais

4º Maior Craque do Brasil na década de 1970 - Revista Placar - (eleito pela crítica): 1979

Bola de Prata da Revista Placar: 1980

6º Melhor Jogador da Copa do Mundo FIFA: 1982

FIFA XI - FIFA Team vs Europe Team: 1982

Craque do Ano - Revista Placar - (Eleito pela crítica e pelos leitores): 1982

5º Melhor jogador do Mundo eleito pela World Soccer: 1982

Craque do Ano - Revista Placar - (Eleito pela crítica): 1983

Melhor Jogador Sul-Americano do ano eleito pelo jornal El Mundo: 1983

100 Craques do Século - World Soccer: 1999

100 Maiores das Copas - CNN Sports: 2002

FIFA 100: 2004

32º melhor jogador de todos os tempos - FourFourTwo: 2022


Publicidade



COMENTÁRIOS

Buscar

Alterar Local

Anuncie Aqui

Escolha abaixo onde deseja anunciar.

Efetue o Login

Recuperar Senha

Baixe o Nosso Aplicativo!

Tenha todas as novidades na palma da sua mão.