Seja bem vindo
Petrópolis,20/05/2024

  • A +
  • A -
Publicidade

Cachorro morre em voo após ser enviado para destino errado por companhia aérea

Segundo o tutor do golden retriever de cinco anos, um veterinário havia dito que o cão suportaria um voo de no máximo duas horas e meia de duração, porém, com o erro, Joca acabou ficando quase oito horas no avião


Cachorro morre em voo após ser enviado para destino errado por companhia aérea Joca morreu após erro de companhia aérea | Foto: Reprodução

Um cachorro morreu durante um voo nesta segunda-feira (22), após um erro no destino. O golden retriever Joca, de cinco anos, deveria ter sido levado do Aeroporto Internacional de Guarulhos, em São Paulo, para Sinop, no Mato Grosso, mas foi colocado num avião que embarcou para Fortaleza, no Ceará. O animal acabou sendo mandado de volta para Guarulhos e, quando o tutor chegou para encontrá-lo, o cão estava morto.

O tutor de Joca informou que um veterinário havia dito que o animal suportaria uma viagem de no máximo duas horas e meia. Com o erro, Joca acabou ficando quase oito horas no avião.

A Gollog, empresa da companhia aérea Gol, responsável pelo voo, segundo a família de Joca, não prestou os devidos cuidados ao pet. A empresa afirma que acompanhou o animal em todo o trajeto e que o falecimento foi inesperado, já em São Paulo, depois que ele retornou.

João Fantazzini, tutor do cão, ficou sabendo que o animal tinha sido levado para o destino errado. O homem acabou voltando para São Paulo para receber Joca, que seria enviado de Fortaleza para o aeroporto de onde partiu.

Há vídeos que mostram o cachorro bebendo água em uma garrafa de plástico através das grades do canil quando estava no terminal aéreo de Fortaleza, de acordo com o divulgado pela família do tutor do animal.

“Eles colocam água em um negocinho que o cachorro tem que passar a língua para tirar água. Um cachorro daquele tamanho, com 47 quilos, não dá para acreditar nisso. Aí eles colocaram o cachorro de volta sem nenhuma avaliação, sem nenhum veterinário examinar o animal", contou Marcia Martin, mãe de João, tutor do Joca.

Em nota, a Gol reitera que foi surpreendida com a morte de Joca. Segundo eles, o pet foi parar em Fortaleza por uma falha operacional.

Confira a nota da companhia aérea na íntegra:

"A GOL lamenta profundamente o ocorrido com o cão Joca e se solidariza com a dor do seu tutor. A Companhia informa que o cão Joca deveria ter seguido para Sinop (OPS), no voo 1480 do dia 22/04, a partir de Guarulhos (GRU), porém, por uma falha operacional o animal foi embarcado em um voo para Fortaleza (FOR).

Assim que o tutor chegou em Sinop, foi notificado sobre o ocorrido e sua escolha foi voltar para Guarulhos (GRU) para reencontrar o Joca.

A equipe da GOLLOG na capital cearense desembarcou o Joca e se encarregou de cuidar dele até o embarque no voo 1527 de volta para Guarulhos (GRU). Neste período, foram enviados para o tutor registros do Joca sendo acomodado de volta na aeronave. Infelizmente, logo após o pouso do voo no aeroporto de Guarulhos (GRU), vindo de Fortaleza, fomos surpreendidos pelo falecimento do animal.

A Companhia está oferecendo todo o suporte necessário ao tutor e a apuração dos detalhes do ocorrido está sendo conduzida com prioridade total pelo nosso time. Nos solidarizamos com o sofrimento do tutor do Joca. Entendemos a sua dor e lamentamos profundamente a perda do seu animal de estimação".

Publicidade



COMENTÁRIOS

Buscar

Alterar Local

Anuncie Aqui

Escolha abaixo onde deseja anunciar.

Efetue o Login

Recuperar Senha

Baixe o Nosso Aplicativo!

Tenha todas as novidades na palma da sua mão.