Seja bem vindo
Petrópolis,20/05/2024

  • A +
  • A -
Publicidade

Crise Global: Escassez e aumento de preços no setor do azeite

Secas prolongadas e temperaturas extremas têm impactado severamente as plantações, levando a uma queda acentuada na produção


Crise Global: Escassez e aumento de preços no setor do azeite Foto: Reprodução / Internet/ Freepik

A indústria do azeite enfrenta uma das suas fases mais desafiadoras até então, com um aumento significativo nos preços que afeta diretamente o bolso dos consumidores. Nos últimos 12 meses, os preços dispararam mais de 50%, atingindo a marca alarmante de R$ 50 por unidade. Esse aumento exorbitante está impactando severamente o orçamento das famílias brasileiras, especialmente as mais vulneráveis, onde o custo das refeições já é um peso significativo.

Dados oficiais revelam que, enquanto o custo dos alimentos em geral aumentou em torno de 5% em um ano, o azeite lidera com um aumento de aproximadamente 40%. Essa disparidade gritante é um reflexo direto das mudanças climáticas que têm assolado as plantações de azeitona, principalmente nos países europeus, responsáveis por 75% da produção global.

Secas prolongadas e temperaturas extremas têm impactado severamente as plantações, levando a uma queda acentuada na produção. Globalmente, a produção de azeite caiu de 3,4 milhões para 2,3 milhões de toneladas no mesmo período. A situação é especialmente grave na Espanha, onde a colheita despencou pela metade entre 2022 e 2023.

Enquanto isso, a demanda por esse valioso tempero permanece alta, atingindo a marca de 2,8 milhões de toneladas. Essa discrepância entre oferta e demanda está exacerbando a crise, levando inclusive a casos de roubo de azeite diretamente das plantações. Diante desse cenário, até mesmo as maiores empresas do setor reconhecem a necessidade de uma transformação profunda na indústria.

O futuro parece sombrio, com poucas perspectivas de que as condições climáticas voltem ao normal em breve. As próximas safras enfrentam previsões desanimadoras, sugerindo que os preços elevados do azeite devem persistir no horizonte próximo. Nesse contexto, consumidores e a indústria do azeite se veem diante de um desafio sem precedentes, exigindo adaptação e inovação para lidar com uma realidade marcada pela escassez e pela incerteza.

Publicidade



COMENTÁRIOS

Buscar

Alterar Local

Anuncie Aqui

Escolha abaixo onde deseja anunciar.

Efetue o Login

Recuperar Senha

Baixe o Nosso Aplicativo!

Tenha todas as novidades na palma da sua mão.