Seja bem vindo
Petrópolis,20/05/2024

  • A +
  • A -
Publicidade

Campeão paralímpico, nadador Gabriel Araújo registra melhor tempo da temporada no Meeting Paralímpico do RJ

Mineiro competiu em três provas neste sábado, 11, na Capital Fluminense, e foi um dos quase 400 atletas que participaram de disputas de seis modalidades em dois endereços cariocas


Campeão paralímpico, nadador Gabriel Araújo registra melhor tempo da temporada no Meeting Paralímpico do RJ Foto: Divulgação/CPB

O nadador mineiro Gabriel Araújo, 22, da classe S2 (limitação físico-motora), fez o melhor tempo dos 100m livre de 2024 no Meeting Paralímpico Loterias Caixa do Rio de Janeiro, organizado pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) e disputado neste sábado, 11, em dois endereços da Capital Fluminense. 

O evento reuniu o total de 371 participantes em todas as seis modalidades disponíveis no programa da competição. O Centro de Educação Física Almirante Adalberto Nunes (Cefan) somou 194 esportistas de atletismo, 103 de natação, 11 de bocha, 13 de tiro com arco e 25 de halterofilismo. Já no Centro Militar de Tiro Esportivo Tenente Coronel Guilherme Paraense, 25 atletas competiram no tiro esportivo.

Campeão paralímpico nos Jogos de Tóquio 2020 e mundial na Ilha da Madeira 2022 e Manchester 2023, Gabrielzinho, como é conhecido, completou os 100m livre em 2min00s72, quase nove segundos abaixo do polonês Jacek Czech, que, em março, na Itália, anotou o tempo de 2min09s13. A marca do mineiro no Meeting, no entanto, não é válida internacionalmente, pois a competição não atende a alguns critérios exigidos pela World Para Swimming (braço do IPC responsável pela natação paralímpica mundial).

“Uma das minhas primeiras competições foi o Meeting. Para nós, que estamos no esporte de alto rendimento, é um evento muito importante. Está em nível paralímpico mundial. É bom para inspirar o máximo de crianças e pessoas com deficiência. Fazer com que elas acreditem que tudo é possível e que elas podem chegar lá também”, disse Gabriel, que representou a Uniacademia - Juiz de Fora em águas cariocas neste sábado. O atleta, que tem focomelia, doença congênita que impede a formação de braços e pernas, também nadou os 50m livre (58s88) e os 50m borboleta (59s08).  No início do mês, o mineiro foi um dos 27 atletas brasileiros a conseguir índice para os Jogos Paralímpicos de Paris 2024 durante o Open Internacional de natação, no Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo. 

O Meeting também contou com a presença de Daniel Xavier Mendes, S6 (limitação físico-motora), outro brasileiro a conseguir uma marca qualificatória ao megaevento na capital francesa. O nadador do Centro Universitário Celso Lisboa (CUCL) competiu em três provas: 100m livre (1min07s92), 100m costas (1min29s42) e 50m livre (33s21). Outra nadadora com índice para Paris e que nadou em casa foi Lídia Cruz, da classe S4 (limitação físico-motora) e do Vasco. Ela completou os 100m livre em 1min30s32. Também caiu na água para os 50m livre (41s29) e para os 50m costas (57s18). 

No halterofilismo, Gustavo Amaral, na categoria acima de 107kg, destacou-se ao levantar 240kg e conquistar a medalha de ouro. “O Meeting é muito importante porque dá a oportunidade de desenvolver a técnica e melhorar os resultados, abre portas para novos atletas. Para mim, é especial, porque foi a primeira competição em que eu quebrei recorde. Tive essa oportunidade em São Paulo, em dezembro de 2022. Ao longo do meu desenvolvimento como atleta, o Meeting contribuiu para o meu alavancamento de carga”, afirmou o halterofilista carioca. 

Já na pista de atletismo, Victória Salerno, 22, classe T35 (paralisia cerebral), teve a oportunidade de pela primeira vez sair do estado de São Paulo e competir no Meeting. Para a jovem, que começou no esporte pela Escola Paralímpica de Esportes do CPB, projeto gratuito de iniciação esportiva em 14 modalidades paralímpicas, toda competição é um ensino. "Sinto que estar no Rio de Janeiro e no meio de tantos atletas renomados pode colaborar para minha melhora dentro do alto rendimento”, concluiu a velocista, representante do Naurú-SP. 

Meeting Paralímpico em 2024

A temporada do Meeting Paralímpico Loterias Caixa de 2024 começou em fevereiro com etapas simultâneas em Porto Alegre (RS) e Rio Branco (AC). O evento já passou, também, por Florianópolis (SC), Porto Velho (RO), Curitiba (PR), Cuiabá (MT), Salvador (BA), Campo Grande (MS), Goiânia (GO), Aracaju (SE), Recife (PE), Palmas (TO), Belo Horizonte (MG), João Pessoa (PB), Natal (RN) e Vitória (ES). Neste sábado, também houve uma etapa em Fortaleza (CE). As próximas serão em Teresina (PI) e Boa Vista (RR), ambas no dia 18 de maio.

Neste ano, o evento oferece mais modalidades e passará por todas as capitais brasileiras. Em 2024, além de competições de atletismo, natação e halterofilismo organizadas pela Diretoria de Esportes de Alto Rendimento (DEAR) do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), os Meetings também recebem etapas regionais de competições organizadas pela Diretoria de Desenvolvimento Esportivo (DDE): Paralimpíadas Escolares, Paralimpíadas Universitárias, Paralimpíadas Militares e Intercentros (competição entre alunos dos Centros de Referência do CPB, projeto que aproveita espaços esportivos em estados de todas as regiões do país para oferecer modalidades paralímpicas, desde a iniciação até o alto rendimento). Com isso, os Meetings passam a abrigar também disputas em três novas modalidades: bocha, tiro com arco e tiro esportivo.

O Meeting Paralímpico Loterias Caixa tem o objetivo de desenvolver o paradesporto em todo o território nacional, com a participação de novos talentos e atletas de elite. É idealizado e organizado pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) desde 2021, como uma atualização dos tradicionais Circuitos Loterias Caixa, que já eram realizados desde 2005. Entre 2021 e 2023, reunia provas de atletismo, natação e halterofilismo, sendo que cada cidade sediava disputas de, pelo menos, uma dessas modalidades.

Programa Loterias Caixa Atletas de Alto Nível

Os atletas Lidia Cruz, Daniel Xavier Mendes e Gabriel Araújo são integrantes do Programa Loterias Caixa Atletas de Alto Nível, programa de patrocínio individual da Loterias Caixa que beneficia 114 atletas.

Publicidade



COMENTÁRIOS

Buscar

Alterar Local

Anuncie Aqui

Escolha abaixo onde deseja anunciar.

Efetue o Login

Recuperar Senha

Baixe o Nosso Aplicativo!

Tenha todas as novidades na palma da sua mão.