Seja bem vindo
Petrópolis,20/05/2024

  • A +
  • A -
Publicidade

Emoção: Cachorrinho abraça perna de veterinária após resgate no Rio Grande do Sul

A cena comoveu voluntários de Santa Catarina que estavam na cidade de Canoas a fim de resgatar os animais atingidos pelas cheias do Sul do país


Emoção: Cachorrinho abraça perna de veterinária após resgate no Rio Grande do Sul O momento aconteceu em Canoas, no RS | Foto: Reprodução/Instagram

A comovente cena de um cachorrinho abraçando a perna de uma veterinária após ser resgatado no Rio Grande do Sul emocionou voluntários de Santa Catarina. O momento aconteceu em Canoas, onde equipes de resgate atuam incansavelmente para ajudar os animais afetados pelas inundações que assolam o Sul do país. Veja o vídeo:


A história viralizou nas redes sociais esta semana, mostrando o calor humano entre o animal e a profissional que o salvou. A coordenadora do Núcleo de Atenção aos Pequenos Animais (NAPA) de Chapecó, Liandra Dall’Orsoletta, descreveu a emoção de receber o abraço afetuoso do cachorrinho. “Quando tentei me afastar, senti algo segurando minha perna. Olhei para baixo e o vi. Ele estava chorando. Foi comovente. Minha compaixão era tão grande quanto a sua expressão de sofrimento, foi de partir o coração de verdade”, disse.

A ação da veterinária faz parte do contingente que chegou ao Rio Grande do Sul com o comboio da prefeitura de Chapecó. Ela está hospedada em um abrigo que acolhe mais de 400 animais.

Mais de 10 mil animais já foram resgatados no RS

A situação no Rio Grande do Sul é grave, com o estado enfrentando sua pior tragédia climática registrada. As fortes chuvas causaram perdas de vidas e destruição, além de colocar em risco a vida de muitos animais. Segundo a Defesa Civil Estadual, mais de 10,3 mil animais de estimação e silvestres já foram resgatados das enchentes, conforme o que foi divulgado no último sábado (11). Os dados são da Secretaria de Meio Ambiente e Infraestrutura (Sema/RS) e do Grupo de Respostas a Animais em Desastres (Grad), composto por voluntários de várias áreas de atuação de entidades de defesa dos animais.

Entre os animais resgatados, está o cavalo apelidado de Caramelo, que estava ilhado em cima de um telhado no bairro Mathias Velho, em Canoas. O resgate foi realizado pelos militares do Corpo de Bombeiros de São Paulo, com auxílio da Brigada Militar do estado, na quinta-feira (8).

É importante ressaltar que esse número não inclui, necessariamente, o trabalho voluntário das Organizações Não Governamentais (ONGs), que estão desempenhando um papel crucial na mobilização pela vida dos animais.

Como ajudar o RS?

Diante da situação de calamidade pública enfrentada no Estado, o governo gaúcho reativou o canal de doações para a conta SOS Rio Grande do Sul. Foi restabelecida a chave Pix (CNPJ: 92.958.800/0001-38), a mesma utilizada no ano passado, vinculada à conta bancária aberta pelo Banrisul. As contribuições em dinheiro podem ser feitas por pessoas físicas e jurídicas que tenham condições de ajudar as vítimas das enchentes.

A gestão e fiscalização dos recursos ficarão a cargo de um Comitê Gestor, presidido pela Secretaria da Casa Civil e composto por representantes de órgãos do governo e entidades sociais. Os recursos serão integralmente revertidos para o apoio humanitário às vítimas das enchentes e para a reconstrução da infraestrutura das cidades.

Com o canal oficial de doações, o governo centraliza a ajuda financeira, fornece segurança aos doadores e amplia a transparência da alocação do dinheiro, uma vez que a movimentação dos recursos passará por auditoria e fiscalização do poder público.

Publicidade



COMENTÁRIOS

Buscar

Alterar Local

Anuncie Aqui

Escolha abaixo onde deseja anunciar.

Efetue o Login

Recuperar Senha

Baixe o Nosso Aplicativo!

Tenha todas as novidades na palma da sua mão.