Seja bem vindo
Petrópolis,18/07/2024

  • A +
  • A -
Publicidade

Preparador físico da seleção feminina de basquete é demitido após post contra aborto

A entidade tomou a decisão em razão de pedidos das atletas, que ficaram incomodadas


Preparador físico da seleção feminina de basquete é demitido após post contra aborto Foto: Divulgação
Publicidade

A Confederação Brasileira de Basquete (CBB) demitiu o preparador físico Diego Falcão, após uma publicação a favor do projeto de lei antiaborto por estupro. A entidade tomou a decisão em razão de pedidos das atletas, que ficaram incomodadas. 

Falcão, nas redes sociais, disse que "qualquer país que aceite o aborto não está ensinando o seu povo a amar, mas a usar qualquer violência para conseguir o que deseja". Ele não tinha vínculo empregatício com a CBB, mas sempre era convocado para as competições. 

O texto do projeto, de autoria do deputado federal Sóstenes Cavalcante (PL-RJ), que tramita no Congresso, estipula um teto de 22 semanas na realização de qualquer procedimento de aborto em casos de estupro no Brasil. Atualmente, o aborto só é permitido quando a gestação acontecer por conta de um estupro, coloca a vida da mulher em risco e anencefalia fetal. Nestes casos, não há tempo limite para a realização do procedimento. 

Publicidade



COMENTÁRIOS

Buscar

Alterar Local

Anuncie Aqui

Escolha abaixo onde deseja anunciar.

Efetue o Login

Recuperar Senha

Baixe o Nosso Aplicativo!

Tenha todas as novidades na palma da sua mão.