Seja bem vindo
Petrópolis,18/07/2024

  • A +
  • A -
Publicidade

Alunos da rede estadual fazem cobertura jornalística do Grupo de Trabalho de Educação

Estudantes vivenciaram a rotina de um jornalista, acompanharam os bastidores da plenária do grupo e entrevistaram representantes das delegações


Alunos da rede estadual fazem cobertura jornalística do Grupo de Trabalho de Educação Foto: Ellan Lustosa/Seeduc-RJ
Publicidade

Imagina que legal ser pautado para fazer a cobertura especial dos bastidores da 2ª Reunião do Grupo de Trabalho de Educação do G20 e ainda participar da coletiva de imprensa com diversos profissionais da área de comunicação. Foi exatamente o que aconteceu com os alunos das escolas interculturais da rede estadual que integram o Programa Jovem Repórter, que puderam, mais uma vez, vivenciar a rotina de um jornalista no encontro realizado nesta segunda e terça-feira (8 e 9 de julho), na Casa Firjan, em Botafogo, Zona Sul do Rio. A iniciativa faz parte de um dos eventos preparatórios do G20, principal fórum de cooperação econômica internacional, que acontecerá em novembro no Rio de Janeiro.

Além de serem credenciados como jornalistas, os estudantes tiveram a oportunidade de aprender mais sobre técnicas jornalísticas e fizeram perguntas para o porta-voz do Ministério da Educação (MEC) e assessor especial para Assuntos Internacionais, Francisco Figueiredo de Souza, além de acompanharem os bastidores da plenária do grupo, que debateu ações da educação no mundo.

"Esse programa é muito importante para todos nós, estudantes da rede pública, porque nos incentiva a sermos grandes pensadores em relação ao futuro do Brasil e nas relações que podemos ter com outros países", disse Rafaela Rocha, estudante do Colégio Estadual Hispano-Brasileiro João Cabral de Melo Neto, no Méier, que sonha em fazer Relações Internacionais e viu na iniciativa uma chance de se aproximar do que deseja cursar.

Durante a experiência, os jovens também puderam entrevistar representantes de 20 delegações de diversos países convidados e do Brasil.

"A presença de nossos jovens repórteres nesses eventos amplia o conhecimento técnico e também traz essa aptidão, esse projeto de vida. É o máximo ver nossos alunos assumindo esse papel de liderança, e isso vai ser um diferencial muito grande para todos eles", afirmou a secretária de Estado de Educação, Roberta Barreto.

A proposta do Programa Jovem Repórter G20 é qualificar estudantes das escolas e interculturais da rede estadual para atuação em eventos do Governo do Estado e do próprio G20. Durante a reunião de cúpula mundial, em novembro, eles produzirão conteúdo para diversas mídias, acompanhando vários encontros paralelos. A ideia é que, com uma linguagem mais jovem e dinâmica, possam popularizar o debate sobre temas como meio ambiente, saúde, energia, segurança alimentar e educação.

Publicidade



COMENTÁRIOS

Buscar

Alterar Local

Anuncie Aqui

Escolha abaixo onde deseja anunciar.

Efetue o Login

Recuperar Senha

Baixe o Nosso Aplicativo!

Tenha todas as novidades na palma da sua mão.