Seja bem vindo
Petrópolis,27/02/2024

  • A +
  • A -
Publicidade

Governo do Estado destina mais de R$ 6 milhões para agremiações carnavalescas do interior

Investimento é o maior da história e faz parte de pacote de R$ 13,3 milhões em editais que contemplaram também blocos e turmas de bate-bolas da Região Metropolitana e Capital


Governo do Estado destina mais de R$ 6 milhões para agremiações carnavalescas do interior Foto: Divulgação

Foliões do interior do Estado do Rio de Janeiro têm um motivo a mais para curtir o Carnaval este ano: o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro (Sececrj), destinou o maior incentivo financeiro da história para agremiações de Norte a Sul do território fluminense. Ao todo, R$ 13,35 milhões contemplaram fazedores de cultura de mais de 300 agremiações, divididos em três chamadas públicas: “Bloco nas Ruas RJ 2”, “Não Deixa o Samba Morrer RJ 3” e “Turmas de Bate-Bolas RJ 2”. Quase a metade dos recursos - mais de R$ 6 milhões - foi reservada exclusivamente para o interior.

Para o governador Cláudio Castro, investir na maior festa popular do planeta, também fora da Capital, é contribuir para que os municípios sejam fortalecidos e possam, neste período do ano, gerar mais empregos e novas oportunidades de renda para os cidadãos fluminenses em todos os setores.

"O Carnaval é a maior expressão cultural popular. Investir em projetos que incentivem a alegria, a paz, e, ao mesmo tempo, representem fontes de ocupação e renda, é uma das nossas missões. Levar a força carnavalesca para além da Sapucaí, ajuda a revelar novos destinos turísticos e reforça a ocupação hoteleira e o comércio em todo o estado", justifica Castro, ressaltando ainda que a Região Metropolitana também voltou a ter mais aportes e um “olhar mais especial” para o Carnaval.

A secretária de Estado de Cultura e Economia Criativa, Danielle Barros, destaca que os esforços do Governo do Estado estão garantindo a retomada de sua posição de celeiro da arte e motor da economia criativa, em âmbito nacional, nos últimos anos.

"Temos na cultura a grande vocação do povo fluminense, que passa desde as celebrações do Maior Espetáculo da Terra na Sapucaí, até os cortejos realizados no interior do estado. Por isso, no ano passado, lançamos um pacote de editais que atendesse, da forma mais plural possível, essas ricas manifestações que representam a cultura fluminense. Ano após ano estamos ampliando os investimentos em todas as regiões", afirma Danielle Barros.

Garantia de tradição e oportunidades de emprego e renda

Os investimentos do Governo do Estado, por meio de editais da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Rio, além de movimentar o comércio das cidades do interior, gerando oportunidades de emprego e renda, contribuem para a manutenção da tradição de manifestações populares históricas. É o caso dos blocos dos Bois Malhadinhos, de Quissamã, no Norte Fluminense, que até o próximo dia 13, arrastam multidões pelas praças do município.

Em Angra dos Reis, na Costa Verde, blocos ligados à associação que reúne as agremiações carnavalescas locais, estão lotando as ruas do Centro. O chamado Angra Folia ajuda a incrementar também o turismo de toda a região. Já em Cabo Frio, na Região das Baixadas Litorâneas, o Festejando Elas 2024, outro projeto contemplado por edital do Estado, enaltece a força das mulheres na Festa de Momo, assim como os blocos de embalo de Valença, no Médio Paraíba.

A lista dos projetos contemplados por editais pode ser acessada pelo site da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa: www.cultura.rj.gov.br


Publicidade



COMENTÁRIOS

Buscar

Alterar Local

Anuncie Aqui

Escolha abaixo onde deseja anunciar.

Efetue o Login

Recuperar Senha

Baixe o Nosso Aplicativo!

Tenha todas as novidades na palma da sua mão.