Seja bem vindo
Petrópolis,14/04/2024

  • A +
  • A -
Publicidade

Policial de grupo de elite é morto por PM ao ser confundido com ladrão

O cabo Rahoney de Paula Vieira, de 31 anos, integrava o COE


Policial de grupo de elite é morto por PM ao ser confundido com ladrão Reprodução
Publicidade

Um policial militar que estava de folga morreu após ser baleado por outro policial durante uma ação de patrulhamento realizada na Vila Andrade, Zona Sul de São Paulo, na última sexta-feira (29). O cabo da Polícia Militar (PM) morto integrava o Centro de Operações Especiais (COE).

O PM, identificado como Rahoney de Paula Vieira, de 31 anos, do 4º Batalhão de Choque, estava à paisana, e abordou um veículo, apontando uma arma para os ocupantes do carro. Os agentes Bruno Henrique Matielo e Gildo Aparecido Amorim, que realizavam uma ronda na região, avistaram a cena, suspeitando que tratava-se de um assalto.

O PM Bruno Matielo realizou sete desparos contra Rahoney.

Depois de ser baleado, já caído ao chão, ele disse ser cabo da Polícia Militar. Ao reconhecer a vítima, o policial Gildo Amorim notou que ambos haviam trabalhado juntos no mesmo batalhão, oito anos antes.

A PM e o Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP) da Polícia Civil estão investigando o caso, que foi registrado como "morte decorrente de intervenção policial".

O PM deixa a esposa, que era casado desde 2021, e um filho.

Publicidade



COMENTÁRIOS

Buscar

Alterar Local

Anuncie Aqui

Escolha abaixo onde deseja anunciar.

Efetue o Login

Recuperar Senha

Baixe o Nosso Aplicativo!

Tenha todas as novidades na palma da sua mão.