Seja bem vindo
Petrópolis,20/05/2024

  • A +
  • A -
Publicidade

Sal dá Jazz movimenta Praça da Matriz em São Pedro da Aldeia

Jam session, promovida pela Secretaria de Cultura, contou com repertório de clássicos nacionais e internacionais


Sal dá Jazz movimenta Praça da Matriz em São Pedro da Aldeia Foto: Divulgação/Prefeitura

A Praça Agenor Santos (Praça da Matriz), no Centro de São Pedro da Aldeia, ficou movimentada na noite de quinta-feira (09) com a realização da primeira edição do ano do projeto Sal dá Jazz. A jam session, promovida pela Secretaria de Cultura, foi comandada pela banda Bananna Bossa Jazz Club, uma das contempladas pelo Edital de Chamamento Público nº 01/2023. O show contou com repertório de clássicos do jazz e da bossa nova, além da participação especial de cantores convidados.

O secretário municipal de Cultura, Thiago Marques, também participou do evento. “A gente fica muito feliz em retornar com esse projeto agora em 2024. Lançamos o Sal dá Jazz em 2022 com o intuito de proporcionar formação de plateia e a democratização do acesso à arte da música, e temos tido um retorno muito positivo do público e dos artistas participantes. Muitos artistas locais, contemplados pelos nossos editais, já passaram por aqui. Músicos, cantores e instrumentistas que têm feito um trabalho muito importante de fomento à arte da música e, de modo especial, dos estilos jazzísticos”, destacou.

Composta por Antonio Andrade (contrabaixo), Edson Santos (saxofone), Mário Patti (bateria), Samuel Jr. (piano) e Shylanar (voz), a banda Bananna Bossa Jazz Club contagiou o público com uma seleção de sucessos da bossa nova e do jazz nacional e internacional. “É sempre maravilhoso saber que a gente tem espaço e oportunidade de mostrar o nosso trabalho na cidade. É um orgulho e uma satisfação tocar nesse projeto e a gente só tem a agradecer à Secretaria de Cultura. Sou músico há 20 anos, atuando profissionalmente há oito, e a gente não via esses projetos de valorização dos músicos acontecendo. Então, a prefeitura está de parabéns”, destacou o baterista proponente da banda no Edital, Mário Patti. A apresentação contou, ainda, com a participação especial dos cantores Elber Faria, Emilene Suzana, Guilherme Botelho e Raony Alves, além de Thiago Marques, no piano, e Jorge Rafael Goes, na bateria.

Vindos de Cabo Frio-RJ, a fisioterapeuta Caroline Moreno e o oficial da Marinha Mercante Tadeu Azevedo, que também são da área da música, fizeram questão de curtir a programação na cidade. O casal elogiou a iniciativa. “A gente acha super importante e válido ver um projeto como esse acontecendo fora das quatro paredes, em um ambiente aberto e super familiar. É uma noite agradabilíssima, que se torna um grande atrativo para a cidade”, destacou Caroline, que também é cantora. “A Secretaria de Cultura está de parabéns pela iniciativa. Que continue trazendo mais projetos assim que, com certeza, estaremos aqui prestigiando”, complementou Tadeu, contrabaixista.

Lançado em 2022 pela Secretaria Municipal de Cultura, o projeto Sal dá Jazz tem como proposta criar na Região dos Lagos um ponto de encontro para músicos e ouvintes amantes da improvisação, do jazz, da bossa nova, da MPB, do samba/jazz e do jazz latino.

O nome do projeto faz alusão à histórica atividade salineira, que por décadas comandou a economia do município, impulsionando e influenciando a cultura e o desenvolvimento regional.

Publicidade



COMENTÁRIOS

Buscar

Alterar Local

Anuncie Aqui

Escolha abaixo onde deseja anunciar.

Efetue o Login

Recuperar Senha

Baixe o Nosso Aplicativo!

Tenha todas as novidades na palma da sua mão.