Seja bem vindo
Petrópolis,20/07/2024

  • A +
  • A -
Publicidade

Homem é preso após ser flagrado abusando da própria filha internada na UTI de hospital em São Paulo

Algumas imagens feitas por funcionários da casa de saúde mostram o criminoso com a mão dentro do avental da vítima e em suas partes íntimas. Ele foi preso no dia 13 de maio, após ter a prisão temporária convertida em preventiva pela Justiça


Homem é preso após ser flagrado abusando da própria filha internada na UTI de hospital em São Paulo Pai é preso após ser filmado abusando da filha internada na UTI de hospital | Foto: Reprodução/TV Globo
Publicidade

Um homem foi preso após ser flagrado abusando sexualmente da própria filha, de 17 anos, enquanto ela estava internada na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) de um hospital de São Paulo. Algumas imagens feitas por funcionários da casa de saúde mostram o criminoso com a mão dentro do avental da vítima e em suas partes íntimas. 

As imagens foram feitas em maio, depois de a equipe de enfermagem começar a desconfiar sobre os atos do homem. Eles suspeitaram que estivesse acontecendo algo estranho com a paciente, que estava na UTI após sofrer uma parada cardiorrespiratória, que gerou sequelas. 

Ao longo da investigação, a Polícia Civil ouviu sete funcionários como testemunhas. Eles relataram que, durante a noite, os sinais vitais da paciente ficavam diferentes e que o homem queria que a menina saísse da UTI para “ter mais privacidade com ela”.

Outro profissional da unidade contou que depois da filmagem, feita pela manhã, “percebeu que a adolescente estava muito agitada no momento de trocar a fralda, e notou que as partes íntimas dela estavam com muita vermelhidão e fissuras”.

“Observamos que, durante o tempo que ela ficava com o pai, era o momento que realmente ela se agitava mais. Ela tinha taquicardia e a equipe toda ficou em alerta, porque a gente não queria acreditar que era o que realmente a gente estava vendo ali. É uma situação de abuso”, disse uma funcionária, em entrevista ao Profissão Repórter, da TV Globo, na edição que foi ao ar nesta terça-feira (11).

Apesar disso, o advogado diz que ele nega veementemente as acusações, que as gravações não confirmam com exatidão a prática do crime e que, por isso, ele deve ser considerado inocente até que se prove o contrário. 

A mãe da vítima, também em entrevista ao Profissão Repórter, disse não acreditar nas acusações. Segundo ela, “ele não fez nada” e é “um pai muito presente na vida dos meus filhos. Muito amoroso”. Além disso, a mulher ainda afirmou que a situação destruiu a família deles. 

O pai não teve a identidade revelada a fim de preservar a imagem da jovem. Ele foi preso no dia 13 de maio, após ter a prisão temporária convertida em preventiva pela Justiça e, agora, é réu por estupro de vulnerável.





Publicidade



COMENTÁRIOS

Buscar

Alterar Local

Anuncie Aqui

Escolha abaixo onde deseja anunciar.

Efetue o Login

Recuperar Senha

Baixe o Nosso Aplicativo!

Tenha todas as novidades na palma da sua mão.